| 
  • If you are citizen of an European Union member nation, you may not use this service unless you are at least 16 years old.

  • Introducing Dokkio, a new service from the creators of PBworks. Find and manage the files you've stored in Dropbox, Google Drive, Gmail, Slack, and more. Try it for free today.

View
 

Sentimentos e vivências do cotidiano das crianças

Page history last edited by PBworks 12 years, 2 months ago

 

 

 

   FAVOR  SEPARAR OS POEMAS COM UMA BARRA E NUMERAR OS POEMAS 

 

 

 

 #################### POEMA 01 ###################

 

CADERNO

 

Na parte da frente,

a palavra do professor,

a ordem,

o dever,

a lição de casa,

o exercício,

o problema,

o calendário,

a conta,

o método,

o resumo,

o questionário,

a pergunta,

a resposta.

(Tudo com letra caprichada.)

 

 

Na parte de trás,

pensamentos desencontrados:

o endereço de não sei quem,

uma letra de música,

um monte de telefones,

o jogo da velha,

uma idéia meio louca,

o título de um livro,

o título de um cd,

datas de aniversário,

trocentos adesivos,

um pensamento à toa,

uma fotografia,

um nome dentro de um coração desenhado.

(Tudo com letra de qualquer jeito.)

 

 

Escondido no finzinho do caderno, um sonho secreto.

(Tudo com letra minúscula.)

 

                                          Ricardo Azevedo

 

Dania Jovanka

Pólo de Gravatai

 

 

 

 

 

 #################### POEMA 02 ###################

 
Quintana, em sua poesia, nos transporta ao mais belo que temos da nossa cidade!
 
 
Cidadezinha
 
         Cidadezinha cheia de graça...
         Tão pequenina que até causa dó!
         Com seus burricos a pastar na praça...
         Sua igrejinha de uma torre só...
 
         Nuvens que venham, nuvens e asas,
         Não param nunca, nem um segundo...
         E fica a torre, sobre as velhas casas,
         Fica cismando como é vasto o mundo!...
 
         Eu que de longe venho perdido,
         Sem pouso fixo (a triste sina!)
         Ah, quem me dera ter lá nascido!
 
         Lá toda a vida poder morar!
         Cidadezinha... Tão pequenina
         Que toda cabe num só olhar...
                                      (Mário Quintana)
 
 

Stela Arroio do Sal

Pólo Três Cachoeiras

 

 

 

#################### POEMA 03 ###################

 

 

PEQUENO MUNDO

 

 

O MUNDO É MAIS

QUE A CASA

QUE A ESCOLA

QUE A MÃE E O PAI

 

VAI ALÉM DO HORIZONTE

E É MUITO GRANDE E VASTO.

É UMA BOLA

QUE FLUTUA NO ESPAÇO

E NINGUÉM SABE ONDE É!

 

MAS PRA MIM O QUE MAIS CONTA

É O MUNDO QUE EU CONHEÇO

E QUE CABE DIREITINHO

BEM DEBAIXO DO MEU PÉ!

 

Pedro bandeira

 

STELA MARIS DA ROSA DIAS

ARROIO DO SAL- TC

 

 

 

 

 #################### POEMA 04 ###################

publique aqui!

 

 

 

 

 #################### POEMA 05 ###################

publique aqui!

 

 

 

 

 

 

 

 

Comments (0)

You don't have permission to comment on this page.