A TOCA DO COELHINHO


 
 
 
 
 
Personagens:
Coelho
Bicho Peludo
Boi
Gato
Cachorro
Bode
Tartaruga
 
Cenário:
Uma toca no meio do palco. Dentro ao começar a peça, esta o Bicho Peludo, as próprias crianças poderão criar as suas mascaras para dramatização.
 
(Entra o Coelho)
 
Coelho: Já é tarde, esta tão frio!Vou voltar pra minha toca,pra comer cenoura,couve,alface e mandioca!(O Coelho chega perto da toca e olha para dentro.)
Mas que isso!Que aflição!Tem um olho arregalado, a brilhar na escuridão!
Minha toca bem quentinha, quem será que invadiu?Por favor, saia daí. Eu estou com muito frio!
 
Bicho Peludo:Eu sou o bicho peludo,não me venha incomodar!Sai da frente coelhinho,ou eu vou te devorar!
 
(O Bicho Peludo urra e gargalha assustadoramente.)
 
Coelho:Mas que bicho de dar medo,bruto,feio e valentão!Como eu vou achar remédio para essa situação?(Entra o boi.)
 
Vou pedir que alguém me ajude, meu sossego já se foi, mas lá vem um bom amigo,vou pedir ajuda ao boi!Seu boizinho,tenha pena!Venha aqui em ajudar.Lá na toca tem bicho,e eu não posso nem entrar!
 
Boi:Coelhinho,fique calmo,que esse bicho vai fugir,vai pular de tanto susto,quando eu for lá mugir!(O boi mete a cabeça na toca e muge.)
 
Bicho Peludo:Eu sou o bicho peludo,não me venha incomodar!sai da frente seu boi bobo,ou eu vou te devorar!
 
(O bicho Peludo urra e gargalha assustadoramente. O boi foge apavorado.)
 
Coelho: Nem o boi pôde com ele!O que vou fazer agora?(Entra o Gato.)
Vou pedir ajuda ao Gato pra mandar o bicho embora!Venha cá, amigo gato, vê se pode me ajudar. Tem um bicho na toca e eu não posso nem entrar!
 
Gato: Deixe estar que eu mio forte!Vou botar ele pra fora!Um problema como esse, eu vou resolver na hora!(O gato mete a cabeça na toca e mia.)
 
Bicho Peludo: Eu sou o bicho peludo!Não me venha incomodar!Sai da frente Gato trouxa, ou eu vou te devorar!
 
(O bicho peludo urra e gargalha assustadoramente. O gato foge apavorado.)
Coelho: E agora, o que é que eu faço?Eu preciso de socorro!(Entra o cachorro)Já estou desesperado,me ajude seu cachorro!
 
Cachorro:Um pedido de ajuda,um cachorro tem de ouvir.Quero ver o que acontece quando eu for lá e latir!
 
(O cachorro mete a cabeça na toca e late.)
 
Bicho Peludo:Eu sou o Bicho peludo,não me venha incomodar.Sai da frente seu cachorro,ou eu vou te devorar!
(O Bicho Peludo,urra e gargalha assustadoramente.O cachorro foge apavorado.)
 
Coelho:Que horror!Mas que tragédia!Com esse bicho ninguém pode!
 
(Entra o bode)
Não me resta outro recurso,vou pedir ajuda ao bode!Venha cá meu bom amigo,vê se pode me ajudar,tem um bicho lá na toca,e eu não posso nem entrar!
 
Bode:Fique calmo meu amigo,sou valente,sou um bode!O meu berro é de arrasar,pois comigo ninguém pode!
(O bode mete a cabeça na toca e berra.)
 
Bicho Peludo: Eu nem ligo pro seu berro, pois o bicho peludo!Quem quiser berrar comigo, sai correndo e fica mudo!Eu sou uma fera, bem valente, não me venha incomodar!Sai da frente, bode velho, ou eu vou te devorar!
 
(O Bicho Peludo urra e gargalha assustadoramente. O Bode foge apavorado.)
 
Coelho: Que tristeza!Que horror!Esse bicho é de amargar!Vou perder a minha toca, não vou ter onde morar!
(Entra a Tartaruga.)
Lá vem uma tartaruga.Pode ser que ela me ajude,e me ponha o bicho em fuga.me socorre minha amiga.Vê pode me ajudar.Tem um bicho lá na toca,e eu não posso nem entrar!
 
Tartaruga: Me desculpe meu amigo,mas eu não faço barulho.Só que eu tenho uma idéia que lhe tira deste embrulho.
(A tartaruga faz que pega um mosquitinho no ar.)
Veja esse mosquitinho. Ele pode ajudar!Pois é essa solução, para o bicho expulsar!
 
Coelho: Que!Um simples mosquitinho?!Tenha dó desse coelho!Vou ficar ainda mais triste, se eu ouvir o seu conselho.Pois se vários já tentaram e fugiram a correr,como pode um mosquitinho enfrentar tanto poder?
 
Tartaruga :Creia em mim meu caro amigo.Veja o que ele faz agora.o mosquito é bem capaz de mandar o bicho embora!
 
(A tartaruga enfia a mão na toca põe o mosquitinho imaginário dentro do ouvido do bicho peludo,de modo que a platéia perceba a manobra.Os atores que estão atrás do palco,nesse momento ,começam a zumbir bem alto.)
 
Bicho Peludo: Ai!Socorro!Ai,me acudam!De onde vem esse zunzum?Sofrimento como esse,nunca eu senti nenhum!Ai,ui!daqui eu quero sair!Quero ir para bem longe. O que eu quero é fugir!
 
(O Bicho Peludo sai da toca e foge correndo e berrando. (Cessa o zumbido.)
Coelho: Minha toca esta livre!Posso dormir a vontade!Foi-se o bicho peludo!Ha,mas que felicidade!
 
Tartaruga:(Para a platéia.)Não foi o Boi a mugir,nem foi o gato a miar,nem foi o cão a latir,nem foi o bode a berrar.Quem defendeu o coelho,e resolveu o conflito,quem fez o bicho fugir,foi o zunzum do mosquito!